26/01/2014

The American Dream

The American Dream
Oi meninas,

Pois é, eu sei que muita menina vem pra cá com o sonho americano.. e depois que está aqui quando vai acabando o ano de aupair não sabe mais o que fazer para continuar aqui e viver o sonho daqui!!
Vou dar pra vocês algumas dicas de como continuar aqui e tentar se estabilizar um pouco nesse mundo louco que é America.

Dica 1: Estabeleça crédito
Eu sei que é dificil e a maioria dos bancos aqui não querem te dar um cartão de credito ou nada disso. Mais se tem uma coisa que você precisa nesse pais é credito. Então se você está vindo com a intensão de ficar, ou se você já está aqui e decidiu que não quer ir embora, é hora de correr atras e tentar criar crédito no mercado.
A maioria dos bancos aqui oferecem um cartão de crédito pré-pago. Ou seja, você tem que entrar com uma quantidade de dinheiro, e deixar guardado numa conta do banco, e eles te darão um cartão de crédito naquele valor.. é um deposito de segurança que você tem que fazer, depois de um ano se você pagou todas as faturas em dias e não deve nadinha eles devolvem o dinheiro para você.
Você vai precisar de crédito seja para alugar um apto ou para comprar um carro. Em alguns lugares não importa se você tem o cash inteiro para pagar a vista, eles ainda checam o seu credit-report.

Dica 2: Make friends
Amigos podem ajudar você e muito quando você sai da vida de aupair, entao faça amigos e mantenha contado com eles..

Dica 3: Faça parte de uma comunidade
Muitas pessoas conseguem trabalhos atraves de igreja, ou da comunidade brasileira em que eles vivem. Eu por exemplo consegui varios empregos atraves da comunidade brasileira (no facebook).

Isso é o que eu pude pensar agora meninas!
Venho com mais dicas depois.. sorry pelo post curtinho..

;)

17/01/2014

Embarque + Dicas Treinamento APIA

Hey girls, voltei!

Bom, tinha anotado algumas coisas da minha época de embarque e treinamento para compartilhar com vcs e alguns dias atrás a minha amiga Mariana Morena postou um vídeo com dicas valiosas do treinamento APIA que agora vou ilustrar, escrever e divulgar aqui para todas que tenham interesse. Em relação ao embarque são dicas simples, que parecem até óbvias...mas é cada coisa que vemos nessa vida, que não custa reforçar.
Vamos ao que interessa (Sorry, ficou um pouco grande!):

EMBARQUE

Pré-embarque: Gente, embarcar para um país novo sozinha é algo difícil. Não é impossível, mas se você tiver alguém do lado ajuda. Não sei como funciona nas outras agências, mas na Au Pair in America eles disponibilizam o nome e o email das meninas que vão embarcar com você. FAÇAM CONTATO!! Independente disso, no Facebook sempre tem grupos sendo montados em relação ao embarque. Essa primeira interação é valiosíssima. São pessoas que tem as mesmas ansiedades e expectativas que você. A Mariana falou isso no vídeo dela (logo ali abaixo) sobre o treinamento. O que eu indico: VIVAM o pré-embarque. Meu grupo de pré-embarque foi demais. Montamos chat no facebook, nos falávamos e tirávamos dúvidas a todo o tempo. By the time que nos encontramos no aeroporto era como se já fôssemos todas velhas conhecidas. Chegando no hotel já estávamos numa intimidade de pular na cama uma da outra e se xingar <3
Intimidade é isso aí...



Documentação: Tenham sempre em mãos todos os documentos necessários: DS2019, Passaporte, PID, Dados de vôo, carta com informações da Host Family, Informações sobre o hotel de treinamento e uma caneta! Sim, vc vai precisar de quase tudo isso. Separe-os, organize-os e mantenha-os sempre em mãos.Para isso utilize uma pasta, um envelope SIMPLES. Vc vai precisar utilizá-los diversas vezes.
Mas sejam sensatas, vc não precisa levar certidão de nascimento, RG e habilitação tudo de uma vez. Confira com sua agência o que for realmente necessário.

Malas: A parte mais difícil para qualquer mulher. Tente pensar de forma lógica: estamos indo sem pai, namorado, irmão ou amigo para ajudar a carregar nossas tralhas. A gente que vai ter que se virar. Podemos normalmente despachar até 2 malas de 32 kg. Minha maior dica é: trague apenas uma mala! Minha intenção era trazer uma mala de 32 kg, e uma mochila. SÓ! Na minha mochila tinha meu laptop, minha câmera, uma troca de roupa, maquiagem e documentos. Só é realmente necessário a carry-on se vc for trazer mais eletrônicos que isso, ou alguma coisa muito importante que vc não quer levar na mala despachada.

Meu problema foi: A mala, que eu jurava que não tinha mais de 32 kg pesou 34 na hora do check in. Se vc chega beeeeeeeeeeem cedo no aeroporto, as vezes eles deixam passar (aconteceu com uma amiga minha que chegou antes de mim). Eu cheguei exatamente na hora que devia chegar, sendo assim ela falou que eu teria que ou pagar mais caro ou tirar dois kilos. E aí fica uma dica valiosa que me salvou: se sua mala está próxima do peso máximo, leve uma mochila extra e cadeado extra dentro dela. Eu tinha uma mochila e consegui comprar o cadeado. Acabei despachando uma mala grande de 30 kg, e uma mochila com 4 kgs.

Comida: Vôos são longos e cansativos, leve sempre um lanchinho, coisas simples na mochila. LEMBREM-SE: Nada de líquidos.

Horários: Seja cautelosa com horários. Vôos internacionais vc tem que estar no aeroporto pelo menos 3 horas antes. Eu cheguei no aeroporto 3 horas e tipo 20 minutos antes, e já achei que foi apertado. Melhor sempre chegar antes e esperar do que correr risco de se atrasar. Não queremos começar a vida de Au Pair com aperto!



ORIENTAÇÃO APIA

O treinamento pra mim foi demais!! Conhecer gente nova, primeiros dias no sonhado ZUNIDOS!
No treinamento APIA eu achei bem legal que eles realmente tratam a gente como adulto. Não temos curfew podemos fazer o que quisermos no tempo off, mas temos a responsabilidade de estar nas palestras.
No meu caso nós tivemos um dia inteiro off, pois chegamos na segunda de manhã e o treinamento for real só começaria na terça. Segunda é o dia que todas as meninas chegam. Pois bem, eu e minhas amigas passamos um dia inteiro meio perdidas sem saber o que fazer. Pensando nisso a Mariana, minha irmã de treinamento fez um vídeo. Hoje ela mora pertinho do hotel e conhece bem a região. E fica a dica: TEM SIM bastante coisa para se fazer. Ela deixou eu me utilizar do vídeo dela, então com vocês a Mari:
video

É isso gente, quaisquer dúvidas ou sugestões podem deixar nos comentários!!

Beijos!


05/01/2014

Meu video e sobre edição


No ultimo post eu compartilhei meu roteiro para o meu vídeo.

Aconteceu que na pratica saiu tudo diferente.

Eu tinha gravado algumas tentativas eu falando diretamente para a câmera, apenas para treinar, e estava recolhendo videos para adicionar. Tive que fazer uma cirurgia que estava prevista para fevereiro dia 18 de dezembro e fazer milagre com o que já estava gravado.

O roteiro ajudou a me guiar, mas no geral, foi tudo "improviso".

Editar vídeo é um saco!

Serio, que trabalho que da, é cada detalhe de segundo... E a gente sempre quer a perfeição, correção de detalhes e quando você arruma uma cena, outra da problema.

E para salvar? Nossa!! Que demora! E as vezes tem que salvar de novo e de novo.

E quando o editor não colabora? Não quer salvar, não quer nada?

Acho que editei o meu umas 37x pelo menos, e ainda não consegui corrigir pequenos erros de cenas, de corte, de encaixe... Haja paciência!

Vou compartilhar com vocês a primeira versão do meu vídeo, mas já alterei algumas coisas, como colocar legenda em algumas cenas, tirar a musica quando eu falo, cortar a parte que minha irma aparece sem blusa etc.

Se o bendito do editor me ajudar eu venho compartilhar.

Segue o vídeo mais improvisado de todos!


01/01/2014

A parte BOA de ser au pair!

FELIZ ANO NOVO pra você que ta passando por aqui e lendo o primeiro post de 2014 do nosso querido Wall Pair :) desejo um ano repleto de muita saúde pra todos os leitores do nosso blog! :)

Bom, eu fechei o ano falando sobre dez tópicos da parte RUIM de ser au pair, nesse post aqui. E hoje eu começo o ano falando da parte BOA de ser uma au pair. Vamos lá!

1. Independência e liberdade. Se você nunca saiu de casa (eu já tinha morado sozinha por bastante tempo antes de ser au pair), você vai aprender a se virar 99% sozinha! Só não digo 100% porque você não vai precisar ralar pra pagar as contas, mas vai ter que ralar pra se alimentar, aprender a cozinhar, fazer compras, não vai mais ter a mamãe ajudando você em tudo, ensinando você a fazer as coisas. Vai ter que lavar suas roupas, sapatos, limpar seu quarto, fazer comida pras kids, limpar os quartos e lavar as roupas deles, e por ai vai! Pode soar como um item ruim, mas acreditem, não depender de ninguém pra NADA é a melhor coisa que tem!! Sem contar a liberdade que você acaba "ganhando" junto, pois você vai poder comer e cozinhar o que quiser, vai poder viajar e fazer muitas coisas por si só, afinal, quando você chegar lá você não terá sua família e seus amigos pra lhe mostrarem tudo e lhe ajudarem.


2. Viajar e comprar!! Esse é o item mais procurado quando você é uma futura au pair, é a parte mais visada e desejada, certo? E se você souber se planejar, vai poder viajar bastante e conhecer muitos lugares diferentes! Eu consegui visitar 11 estados em um ano como au pair, poderia ter viajado até um pouquinho mais, porém isso é uma média de quase uma viagem por mês! Como eu comprei muitas coisas, acho que foi uma média bem boa!! Se eu não quisesse comprar certas coisas, teria viajado mais ainda :) mas as coisas são tão mais baratas pra comprar por lá, que eu tive que comprar algumas várias coisas!!!

Viajando! Foto em Chicago.
3. Você vai aprender a se planejar. Se você é do tipo que odeia rotina, odeia ter que planejar o que fazer, você infelizmente vai aprender a fazer tudo isso! E isso é MUITO bom! Você vai aprender a planejar, PRINCIPALMENTE, o seu dinheiro. Pois você vai querer fazer tantas coisas, e você sabe que não tem como, então você terá que aprender a planejar de acordo com as suas necessidades e vontades.

4. Crescimento. Você cresce demais! Cada pessoa cresce de um jeito... Seja pelo fato de se tornar independente, seja pelo fato de perceber que consegue viver longe das pessoas que mais ama e ainda assim consegue ser feliz, seja por conseguir planejar algo que queria há anos (como uma viagem) e realizar isso sozinha. O fato de morar em outro país te faz crescer de várias maneiras!

5. Conhecimento. Você vai voltar sabendo mais sobre um novo país, uma nova cultura e uma segunda língua. APROVEITE MUITO essa oportunidade! Eu não tive muitas opções porque onde morava tinham muitas au pairs brasileiras, mas tenham o máximo de contato com au pairs estrangeiras, colegas de curso e até mesmo com a HF, pratique seu inglês ao máximo!!

6. Enfrentar seus medos. Você não vai ter mamãe, papai, irmão, namorado, amigos de infância, NINGUÉM pra dar a mão quando você precisar fazer algo que tem medo. Terá que enfrentar isso SOZINHO(a). E isso vai te fazer perder o medo de muita coisa lá na frente :)


7. Pessoas. Você vai conhecer pessoas que podem ser pra vida toda - ou não, mas que estarão do seu lado quando você precisar. Pode ter uma HF maravilhosa que ser uma segunda família e que te fará passar por momentos incríveis na sua jornada de au pair, e que pode continuar sendo uma família especial mesmo depois disso - eu falo com minha HF direto até hoje, e já tenho planos de visitá-los. E esse é um outro ponto muito positivo, pois tanto a HF quanto as amizades vão continuar lá, então depois de ser au pair você ainda poderá visitá-los e viajar mais um pouquinho. E se forem amizades brasileiras, é uma ótima oportunidade para vocês viajarem e se encontrarem no Brasil!

Em Chicago - com a Roberta, de Maceió

Em Kansas, com a Marília de Porto Alegre e a Gaby de El Salvador

Minha HF linda!

8. Responsabilidade. Você irá morar com seus chefes e irá cuidar de crianças em tempo integral (na maioria das vezes), então você terá que ter muita responsabilidade! E se não tiver, aprenderá a ter :P


9. Currículo profissional e pessoal. Em algumas áreas é um grande "up" no currículo ter morado fora do país e ter o domínio em uma língua estrangeira. Eu, particularmente, fui pros EUA estudar na minha área, mas isso não é exigido e não me dá um salário melhor (trabalho com fotografia). Porém, isso me trouxe MUITO conhecimento, diferentes perspectivas e maneiras de pensar. Então com certeza o currículo, depois de um ano - ou mais - morando fora, é outro! Seja ele profissional ou pessoal :)

10. Memórias. Lindas memórias! Eu tenho meu quarto repleto de fotos de cada momento que eu vivi nos EUA. Tenho fotos dos meus kids em vários porta-retratos, tenho foto da minha host, tenho fotos das minhas viagens...tenho um álbum de fotos enorme, com quase 200 fotos. Tenho dois fotolivros de viagens que eu fiz pelos EUA. Tenho presentes dos meus hosts que uso sempre. Enfim, tenho memórias que me fazem sorrir e que, com certeza, sempre farão! Pois foi um momento muito especial na minha vida. Algo que eu nunca imaginei que conseguiria alcançar, but I did it!! :D Um sonho que realizei, e muita coisa veio pro Brasil de volta comigo, principalmente no meu caráter e no meu coração!

Acreditem, é uma experiência MARAVILHOSA! Sabe aquele post sobre as coisas ruins? Tudo aquilo lá existe, e existe MESMO! Mas cada item desses dez aqui em cima fazem tudo isso valer MUITO à pena!

Se você tem dúvidas se quer ou não quer ser uma au pair, coloque os itens positivos e os negativos na balança. Tenho certeza que você irá chegar a conclusão certa pra você ;) boa sorte!!
Postagens mais recentes Postagens mais antigas Página inicial